segunda-feira, 3 de junho de 2013

Sobre bullying

183603_517453648270799_322790888_n_large

Nos dias de hoje, todos nós já ouvimos falar sobre Bullying, porém, infelizmente, uma grande maioria parece não ligar para suas consequências.
As brincadeiras de antigamente perderam sua inocência e se tornaram uma arma. Uma arma que pode causar mais danos que o agressor possa imaginar. Ninguém está de fora dessa, vai me dizer que nunca zoou alguém? Mas tem uma diferença. Brincadeira e agressão. Ambos tem seus limites e suas características. Quem nunca fez uma piadinha de brincadeira com a melhor amiga que atire a primeira pedra. Mas, pense bem, ela é sua amiga e sabe que é apenas uma brincadeira, ela não vai se sentir péssima por causa disso. Agora, uma coisa totalmente diferente é a agressão, o bullying. 
Bem, Bullying é um termo usado para todo tipo de agressão, seja física ou verbal e, como eu disse antes, isso é bem diferente de uma inocente brincadeira. Essas agressões causam sérias consequências para a vítima e, talvez, até para o agressor. Geralmente, o agressor é alguém insatisfeito e inseguro que esconde todos os seus defeitos falando sobre os dos outros, como se alguém tivesse culpa disso.
Venho reparando ultimamente que o Cyberbullying se tornou mais, digamos, perigoso do que o próprio Bullying. Cyberbullying é a agressão online. Agora, me diga, que lógica tem agredir alguém que você nem ao menos conhece? E, como eu disse, isso causa consequências. Anorexia, bulimia e até, um dos mais graves de todos, a automutilação, que é um assunto sério que muitos tratam como brincadeira. Muitos chamam essas consequências de "frescura", mas, na minha opinião, isso não é verdade. Imagine como se sente aquela pessoa que é chamada de gorda, feia, chata, anti-social e muitos outros. Provavelmente, uma pessoa acima do peso sabe que ela está acima do peso. Ela tem espelho em casa, né? E você, uma pessoa que está insegura com os próprios defeitos, tem que direito de jogar tudo isso na cara dela e causar ainda mais traumas do que os que ela já deve vim enfrentando? Portanto, pare e pense, vale mesmo a pena fazer isso? Vale a pena agredir alguém? Vale a pena causar tantos problemas assim? Vale a pena deixar mais pessoas inseguras por causa da sua insegurança? Pense bem. Espero que reflita e mude seu comportamento, afinal, o Bullying é bem diferente de uma pequena brincadeira entre melhores amigas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário